Os que Sonham...

terça-feira, 8 de junho de 2010

DEVANEIOS

Desejo-te! Isso é fato.
Quero-te pra mim e em mim,
Sonho com os poucos beijos que demos.
Apesar de estarmos perto, algo nos afasta,
Acho que não é pra acontecer.
Enquanto isso fecho os olhos e imagino nós dois,
Carícias...
Sussurros... e por fim a cumplicidade.
Fecho os olhos e posso sentir teu cheiro,
O calor do teu corpo.
Posso ver a luz que tua alma trás.
É, não poderá acontecer.
Não poderemos, eu sei.
Seria bom demais!
Vivemos num mundo onde os sentimentos
Estão tão banalizados que não conseguimos
Acreditar numa química assim.
Você mesmo deve estar dizendo agora,
Essa mulher é louca!
Olha, eu escrevo tudo o que sinto e
Sempre guardo numa caixinha.
Mas hoje não. Hoje eu quis escutar meu coração
E mostrá-lo a você.
Não é assim que as pessoas sempre falam?
- Escute o seu coração, elas dizem.
Estou obedecendo, e cada palavra aqui escrita
São ecos que soam do meu coração.
Escute-o.
Mas logo, logo, esqueça,
São só devaneios.
E quanto eu ser louca? Você tem razão.
Essas palavras são apenas loucura de alguém
Que ainda acredita em sentimentos puros.
 
Postar um comentário