Os que Sonham...

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Meu príncipe.

Espero por você.
Eu sei que você virá. Vestido com sua melhor roupa, 
montado em seu cavalo branco.
Vai chegar de mansinho, descerá do cavalo e virá até a mim. Puxará-me para si e então tocará meus lábios com a ponta dos dedos e me beijará docemente no início, e só então o beijo terá a urgência da saudade.
A urgência do amor. Colocará-me em seu cavalo, e vamos juntos pela floresta. Sentirei apenas a brisa de um dia feliz, 
e você sentirá o perfume de meus cabelos.
E de repente pararemos num lugar lindo, cheio de flores amarelas, e você irá dizer que são para combinar com meus cabelos. Delicadamente você me colocará no chão e junto nos sentaremos em meio às flores.
Apoiarei minha cabeça em seu peito, sentindo o calor daquele momento mágico, e então você me deitará na relva, acariciará meus cabelos, fará o contorno de meu rosto e de meu sorriso único, aquele que tenho só quando estou com você. Sua mão passeará em meu corpo, enquanto sua boca aprisionará a minha. Arrepios percorrerão em minha pele, como se fossem choques elétricos, meu corpo sentirá o seu latejando e descompassado será o ritmo de nossos corações. Sentirei seus beijos em meu corpo, até chegarem a minha alma. Entregarei-me a ti como nunca, as flores amarelas serão testemunhas e convidarão as borboletas a compartilharem.
Lindos, elas dirão. É assim que somos quando estamos juntos. Lindos!
E o amor nos fará sonhar e nos tornará apenas um e somente as flores amarelas e as borboletas presenciarão esse ato. 

Você será meu príncipe para sempre.

É assim que sempre te chamo, não é?

Meu príncipe.

Postar um comentário