Os que Sonham...

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Amor imperfeito




Eram de areia nossos sonhos
Castelos de faz de conta,
Sem príncipes nem princesas

Eram de fumaça nossas palavras
Névoas que se misturam ao vento.
Frases desfeitas
Versos sem rima.

Sentimentos contidos
Num amor mal vivido.
Emoções perdidas

Era um sono sem sonhos
Pesadelos, restos e escombros
De corações partidos
Será o meu? O teu?

Por caminhos errados percorremos
Desencontros da vida, encruzilhadas
E armadilhas do destino.

Sorrisos amarelos, olhares atravessados
Laços desfeitos e um nó apertado no peito.
Lembranças esquecidas de momentos não vividos,
Perdidos na poeira do tempo.
Postar um comentário