Os que Sonham...

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Ciranda da Infância


Na ciranda da infância
Mãos dadas
Não desgrudávamos
Você e eu

Brincadeiras de roda
Pique esconde
Passar o anel
Pêra, uva, maça, salada mista
Eram apenas para ganhar um beijo teu

Inocência de criança
Um nó no peito
Sentimentos ainda não descobertos

Roda gigante
Gira-gira
Gira a vida
E no girar da roda
O tempo passou

A infância se perdeu
Os sentimentos, Aquele nó
E tudo mais se conheceu

Doíam os olhares, os desejos
E as vontades dos beijos
Nada parecidos com os do tempo
Onde a inocência se prendeu

Roda gigante
Gira-gira
Gira a vida
Gira o amor, você e eu.

Nina Linhares


Postar um comentário