Os que Sonham...

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Diálogo



(Ela) _ Amor, você não enjoa de mim?

(Ele) _ Claro que não! Eu te amo, não tenho como enjoar de você.

(Ela) _ Eu também não, e sou muito feliz ao teu lado.
Respondeu ela com um sorriso tímido, sentindo-se corar.

(Ele) _ Amor, quero que você saiba que eu nunca tive isso que estou tendo agora.
Você me fez ver a vida de uma forma diferente. Colocou-me nos trilhos, me impôs limites.

(Ela) _ Não. Nada disso! Eu não te impus nada.
É que quando amamos alguém de verdade, nós acabamos nos impondo limites.
O que antes era “EU” passa a não existir e em lugar, passa a existir o “NÒS”.

Ele a olhou nos olhos. Abraçou, e os lábios unindo-se num beijo, calaram o que não era mais necessário dizer. E naquele momento o mundo era só deles e podiam saborear a presença um do outro.



*Um diálogo entre eu e meu namorado um dia desses.


Amor,  
Você é meu amigo, namorado, amante...
Te amo muito!
 
" Quando eu digo eu te amo, estou me amando em você. "
                                                              (Clarice Lispector)
Feliz dia dos Namorados.
Projeto  Suas Palavras
8ª edição-imagens
Postar um comentário