Os que Sonham...

domingo, 12 de junho de 2011

Por que queres?



Sondas-me o íntimo.
Queres descobrir o meu coração.
Por que queres?
Aqui, neste peito encardido
Não há de encontrares encantos.

Há de encontrares rancor e pranto.

Sondas-me a alma.
Queres descobrir o tom que tem.
Por que queres?
Nesta alma obscura que vagueia na escuridão
Não há de encontrares luz.

Há de encontrares dor e desilusão.

Sondas-me o corpo.
Queres tocá-lo,
Descobrir os caminhos que têm.
Por que queres?
Este corpo vadio, não há prazer que desperte.

Há de encontrares um ser inerte.

Coração, alma e corpo, num abismo profundo.
Sem sentimentos, num mundo
Que só a solidão convém.

Não queira saber de mim.


Nina Linhares
Postar um comentário