Os que Sonham...

quarta-feira, 6 de julho de 2011

A Flor e o Beija - Flor


Ela era a flor
mais perfumada do jardim
Não era mini-rosa
E nem flor de Alecrim

Beleza rara que não se via a olho nu
Era preciso coração puro,
Olhos de amor sem sim.

Sob o Sol reluzente, brilhavam suas cores
Beija - flor enamorado,
Todo o dia sugava-lhe o mel
Inebriava-se com seu perfume.

Numa noite Tempestuosa
Um vento forte amassou-lhe o galho.
Arrancou-lhe as pétalas, ceifou – lhe a vida

Beija – Flor vive então de flor em flor
À procura do mel e do perfume de sua flor
Que não era a mais bela
Mais era a que tinha mais amor.

Nina Linhares


Postar um comentário