Os que Sonham...

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Estou Só.



Estou só,

Fecho os olhos e penso no amor que sinto por você.
Vejo - te em cada sonho e te sinto em cada pensamento.
Procuro - te em todos os cantos do meu coração,
Você está lá.
Sinto-o dentro de mim.
Mas agora não somos mais Nós.
Estou só
O silêncio e a solidão são meus companheiros...
Dentro do meu peito uma dor que
corta a alma... Dilacera.
Estou só,
mas continuarei aqui, onde sempre
estive escrevendo sentimentos
tão meus na esperança
de meu coração aquietar...
Será que você entende estas palavras?
Ou simplesmente as acham loucas e sem razão?
Será que te toca todas as vezes que digo.
EU TE AMO?
Seus gestos frios dizem que não.
Sinto - me só.
E o que era Nosso Amor,
agora é apenas, o Meu Amor.
Sinto-me só, e aqui no vazio do meu quarto,
Relembro as palavras ditas por nós dois,
das promessas não cumpridas.
Relembro momentos vividos,
e meus pensamentos voam até você.
Sussurro teu nome como se
você pudesse me escutar.
Digo "eu te amo" como se
você pudesse sentir meu coração.
O amor que sinto corre em minhas veias
dói-me tanto que às vezes tenho a vontade
de cortar os pulsos e vê-lo jorrar,
Como se isso pudesse aliviar esta dor.
Doce ilusão...
Você está impregnado em mim.
Nada pode tirá-lo.
Posso esvair, sangrar até a morte e ainda assim
o amor que sinto estará lá, pulsando em minha alma.

Postar um comentário