Os que Sonham...

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

O Bem e o Mal




O bem e o mal são amantes. Encontram-se às escondidas, na calada da noite, enquanto todos dormem.
Eles não têm sexo, não fazem sexo, eles apenas encontram prazer na companhia um do outro. Quanta ironia, um não existe sem o outro.
É um amor diferente, sabe?
Conversam, contam histórias e dão risadas das peripécias do dia a dia.

Mas de repente, o Bem, com seu jeitinho manhoso, diz que o Mal deveria ser mais suave, mudar o seu jeito “turrão” de ser. E o Mal, logo se irrita e provoca catástrofes, forma furacões e tempestades matando milhares.
E quando ele se acalma, olha para o Bem e diz:

“Não se faça de rogado, não queira mudar o mundo, por isso que ninguém mais acredita em você, e cada dia que passa, estão menos a te querer.”

O Bem muito triste e humilhado, chora num canto por um mundo já perdido, tomado pelo egoísmo do seu amado.

O Mal “arrependido” abraça o Bem e promete (com os dedos cruzados), que não vai crescer.

(Pelo menos não, neste instante.)


"O Bem e o Mal moram dentro de nós, e apesar de serem amantes, estão em conflito todos os dias. Se alguém me perguntar, qual dos dois tem possibilidade de vencer dentro de mim, eu diria que o vencedor seria aquele a quem eu alimentasse todos os dias. E qual deles eu alimentaria? ... Isso... Eu não vou contar"



7 comentários:

Malu disse...

Hoje estou passando apenas para lhe fazer um convite.
Estou falando do www.superlinks.blog.br que é um site agregador que vale a pena visitar, pois é mais um espaço no qual você poderá publicar seus links de matérias, pois é um site sério e com critérios bem positivos.
Espero que goste da dica.
Um grande abraço

Malu disse...

Hoje passei para ler e comentar... rsrsrsrs
Vivemos bem assim, quase todo o tempo desta nossa VIDA entre essas dicotomias que nos cortam feito navalhas super afiadas.
Grande abraço e sempre grata por me prestigiar na rede.

Calu disse...

Forte tempestade,
que traz em seu seio ambas as forças do Bem e do m. Conssonância? Talvez.
Mas, com certeza, alternância.
Na dualidade a paridade é inconstante,mas existente.
Seja parcimoniosa nos alimentos, viu?
Bjos,
Calu

Anne Lieri disse...

Nina,que beleza ficou sua msg!É verdade:temos o bem e o mal dentro de nós!Uma excelente e criativa paraticipação!Bjs,

Mari...♥Luz da Lua♥ disse...

Quando os dois brigam, o mundo é que paga. Adorei a analogia.=D

Talita disse...

Passando para lhe desejar um lindo final de semana, e deixar um abraço!!

beijos no coração!!

Naty Araújo disse...

Coerência: 2
Coesão: 2
Criatividade: 2
Ortografia: 2
Tema abordado: 1
Nota final: 9
Eu gostei da sua criatividade, sabe? Mas você falou meio que em conto, não era bem assim. É mais pra opinar a ideia central. Eu aceitei porque tá diferente, eu gostei, embora não fosse desse jeito o certo.
É um texto opinativo, compreende? Mas você mandou bem, mandou tão bem que teve essa nota.
Atenciosamente, Equipe Bloínquês – Edição Opinativa.
Avaliado por Natalia Araújo