Os que Sonham...

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Um olhar para dentro.





A vida não é uma cena de novela para que seja assistida. Ela não é uma nuvem que vemos desmanchar no céu com um simples soprar de uma brisa.
O futuro está logo ali. Ele está no próximo segundo, num abrir e fechar de cílios, e o caminho nem sempre é fácil, mas também não é motivo para ficar estacionada vendo nuvens; e não vai adiantar ficar pensando...

“Se não fosse tão complicado eu faria. Se não fosse tão longe eu iria. Se não fosse tão difícil eu tentaria.”

E foi assim, com esses pensamentos que ela encarou a imagem no espelho.
Quanto obstáculo colocaria no caminho? Quanta desculpa ainda usaria para não admitir o comodismo?

- Onde anda a sua coragem? Perguntou à imagem refletida num tom de provocação.
A imagem não respondeu e continuou ali de ombros caídos e olhar perdido.

- Vamos, reaja! Exija da vida as coisas que você merece. Ficar aí parada não fará com que cresça. Vá e perca-se nos labirintos da vida. É preciso nos perder, para acharmos o caminho.

E nesse momento os olhares se encontraram... E ela olhou dentro de seus próprios olhos.

Quantas vezes olhamos dentro de nossos próprios olhos?

Ela olhou para dentro de si, bem lá no fundo e disse com firmeza.

- Hoje estou liberta desta imagem acomodada e derrotista que me prende. Estou partindo para a vida, e vou escrever a minha história.

E assim ela partiu. E a imagem correu atrás dela.

Postar um comentário